quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Tempo

Acho que eu e o Tempo nunca nos entendemos muito bem. O Tempo tem a ligeira mania de nunca estar como me dá jeito, eu até acho que ele faz mesmo de propósito. Então vejamos... Esses dias, entre outras coisas, preciso de Tempo para vir ao blog e não o arranjo. Mas começando por antes, muito antes...Quando eu era miúda não via a hora de ter 18 anos para ser "adulta" e nessa altura já o Tempo mostrava sinais de ser jocoso comigo pois os anos tardavam em passar e eu sentia me sempre uma miudita. Mas essa altura sempre chegou... e quando chegou eu pedi ao Tempo para abrandar e assim poder desfrutar dessa fase mas mais uma vez Ele mostrou que não era fácil doma-lo e os anos passaram a correr... Um, dois, três anos e num abrir e fechar de olhos; quase sem eu ter tempo de respirar. Dia a dia, trabalho, família, amigos, saídas e quando dei por mim estava já casada e pronta para construir a minha família. E pedi... pedi que o tempo continuasse a passar rápido; os dias, os meses, para conseguir ter a minha sassaranica mas nessa altura o Tempo embirrou comigo e começou a armar-se novamente aos cágados!!! Passava devagarinho, cada dia como um caracol e tardava a chegar o dia da minha estrelinha. Mas o Tempo la me deu uma abébia e a sassaranica chegou. Pedi, pedi muito para o tempo passar rápido pois queria tê-la nos meus braços e novamente ele abrandou; mas chegamos a um tratado de paz! Ele decidiu que iria passar os 9 meses devagar para eu aprender a aprecia-lo e eu tentei e nesses meses aceitei o seu ritmo com paciência e carinho. E finalmente habituei-me ao seu ritmo e a sassaranica nasceu. Pensei que o Tempo continuaria a manter o nosso tratado de paz e continuaria a passar devagar mas o Tempo fez me uma finta.... passou rápido, rápido demais e cada dia vejo a minha sassaranica que era um bebé a ficar mulher e eu sem conseguir travar o Tempo e mantê-la pequenita junto a mim. E o mesmo ele tem feito com o sassaranico. Falhou ao tratado de paz 2 vezes nem sei porque continuou a acreditar nele. Sim Ele, o Tempo que está sempre contra mim. Eu, que agora lhe peço para continuar a passar rápido como tem feito; lembrou se que anda cansado e fez uma pausa. Os dias que passavam a correr petrificaram se e simplesmente não se movem. Agora que eu preciso que o Tempo passe, que me cure dessa fase em que eu estou Ele parou. O Tempo que cura tudo, o Tempo que tudo faz esquecer ou pelo menos apazigua as dores resolveu não passar. Cada dia é mais longo e eu não vejo o Tempo resolver nada. Esse meu Tempo não me ajuda a decidir se estou feliz ou se não estou, se me arrependo ou se tomei as decisões certas?? Ai Tempo, Tempo que me andas a falhar... Diz me la quando te vais decidir a estar de acordo comigo?? Nunca?? Bem me pareceu!!

2 comentários:

Didi e Pepe disse...

olaola....
....
....
como t comprendo....
...saudades dos dias loucos da adolescencia, os meus 15anos foi o auge!!!
...depoix passssssouuuu....18, 20 aos 21anos casei...curti muuuuito.aos 28 tive um duplo sonho realizado...aos 30-medo k o Tempo fuja, tou a ve lo a levar tudo a frente, muito rapido....


por isso temos d AGARRA LO, PRENDE LO, TRANCA LO pra podermos aproveitar todos os segundos ao maximo!!
bj grd
lia

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Vais ver que um dia o tempo torna-se teu amigo.
Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...